Tag Archives: Polícia Militar

Conseg Ilhota promoverá palestra sobre segurança pública

CONVITE REUNIÃO PALESTRA CONSEG 12/07/2019

A segurança pública voltou a ser pauta de discussão no município de Ilhota. Fruto de uma audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores de Ilhota, por iniciativa do Vereador Rogério, a proposta ganhou mais atenção e empenho da comunidade que decidiu organizar a reativação do Conselho Comunitário de Segurança – Conseg. O primeiro encontro que aconteceu no dia 30 de maio, aprovou encaminhamento de reestruturar o conselho no município, além de eleger uma coordenação provisória.

Para dar continuidade ao processo, o Conseg irá promover na próxima sexta-feira, 12 de maio, mais uma reunião. Neste encontro, será promovido uma palestra a ser ministrada pelo Coronel Moacir Gomes Ribeiro, comandante da 7ª Região da Polícia Militar, sobre o tema da filosofia da polícia comunitária e a formalização oficial da reativação com Conselho Comunitário de Segurança – Conseg de Ilhota. O evento acontecerá nas dependências do espaço físico da Câmara de Vereadores de Ilhota do Plenário Prefeito Ricardo Koehler, à partir das 19h00. Além do Coronel, o Sargento Bacher, comandante do  Grupamento da Polícia Militar de Ilhota e o responsável pela Delegacia de Polícia Civil no município, Marcio Thome, estão engajados no processo e apoiam incondicionalmente a iniciativa. 

O Conselho Comunitário de Segurança é uma entidade de apoio às Polícias Estaduais nas relações com a comunidade para a solução integrada dos problemas de segurança pública com base na filosofia da Polícia Comunitária, vinculados, por adesão, às diretrizes emanadas da Secretaria de Estado da Segurança Pública, por intermédio da Coordenadoria Estadual de Polícia Comunitária.

A nova diretoria a ser eleita na próxima reunião terá a missão de reorganizar o conselho, preparar as atividades junto com a comunidade e elencar as prioridades do setor, além de sugerir melhorias aos entes dos governos federados, para que possamos construir uma segurança pública humanizada, participativa e inclusiva.

É importante ressaltar que a atuação do membro junto ao Conseg é voluntária, de acordo com os termos da Lei 9.608/1998 e toda aquele que se predispõe a ingressar-se na entidade, deverá estar ciente que, mesmo atuando como voluntário, não há exclusão da sua responsabilidade administrativa, civil ou penal, advindas de atos ou palavras durante a execução do serviço. Deve, ainda, estar consciente da possibilidade de exposição à periculosidade que as atividades do Conseg possam, através de caso fortuito, promover a seus membros. Serviço voluntário prestado ao não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

A coordenação provisória espera que as pessoas que residem em nossa comunidade e as entidades representativas e de classe de Ilhota sensibilizem com a causa, aderem a iniciativa e construam coletivamente esse novo Conseg. Neste sentido, a participação na reunião é de extrema importância para toda sociedade. O encontro é público, aberto a todas e todos, sem distinção ou diferenciação social. Caso não haja agenda para sua participação, indique sua representação.

Confirme sua presença neste evento acessando este link no Facebook e compartilhe nosso convite entre seus contatos através das redes sociais. Apoie esta ação. Contamos com a sua participação!

Segurança pública, um direito de todos!

Conseg Ilhota

Coordenação do Conseg encaminhou ofícios convites para autoridades e entidades de Ilhota

CONVITE REUNIÃO PALESTRA CONSEG 12072019 - BANNER EVENTO FACEBOOK

Cumprindo com os requisitos burocráticos e institucionais, a coordenação provisória do Conselho Comunitário de Segurança – Conseg de Ilhota, encaminhou nesta segunda-feira (8), alguns ofícios convites para autoridades e entidades representativas do município, convidando para a atividade da entidade nesta próxima sexta-feira, onde estará sendo promovida uma palestra e a formalização oficial de reativação do conselho na cidade, desativo desde 2012.

Os ofícios foram encaminhados para o Presidente da Câmara de Vereadores de Ilhota, Prefeito, Secretária Municipal da Assistência Social, ao responsável pela Delegacia de Polícia Civil no município e ao comandante do Grupamento de Polícia Militar em Ilhota, além aos presidentes do CDL, Associação Comercial e Industrial e Associação dos Bombeiros Voluntários. Houve tempo nem articulação para encaminhar aos outros setores da sociedade, como centro religiosos e igrejas, escolas, sindicatos, dirigentes partidários, movimentos sociais e outras entidades civis organizadas.

Em todos os ofícios pediu-se a participação dos dirigentes e gestores municipais no evento ou informassem sua representação, em caso de não comparecimento. Também solicitamos no documento que estendessem o convite aos demais membros colegiados de cada hierarquia ou entidade a estarem presente neste encontro de extrema importância para o no município. Ao prefeito, foi pedido autorização para afixar nos departamentos públicos o convite da reunião do Conseg além de produzir uma nota no site oficial da prefeitura, convocando a comunidade para a reunião. O ofício convite foi encaminhado via e-mail e impresso, onde recolheu-se o protocolo de entrega. Apenas para a Secretária de Assistência Social, foi apenas via e-mail do Conseg (consegilhota@gmail.com).

Sobre o evento

A próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança será realizando uma palestra sobre o tema da filosofia da Polícia Comunitária e das atribuições do conselho. O Coronel Moacir Gomes Ribeiro, comandante da 7ª Região da Polícia Militar fará a palestrante. O evento acontecerá nas dependências do espaço físico da Câmara de Vereadores de Ilhota do Plenário Prefeito Ricardo Koehler, no dia 12 de julho e iniciará a partir das 19h00. O evento é público e toda comunidade está convida. Participe!

Conseg Ilhota

©

Coordenadoria provisória do Conseg encaminha ofício para o comando da Polícia Militar de Ilhota

Ofício Conseg Ilhota 001/2019

A coordenação provisória do Conselho Comunitário de Segurança – Conseg de Ilhota encaminhou ao comando do grupamento da Polícia Militar do município, o seu primeiro ofício, informando a instituição os assuntos tratados na reunião ocorrida no dia 30 de maio. Por iniciativa do Vereador Rogério, a comunidade discutiu os assuntos da questão da segurança pública no município e decidiram, em comum acordo, reativar o conselho, criado pela Carta Constitutiva 248. Foi eleito uma organização interina com intuito de organizar, minimamente, a instituição no município. Esse grupo foi composto pelos seguintes membros: Dialison Cleber Vitti, Noeli Silvia Lopes Adão, Dário Inácio Dalcastagne, Neli Nunes da Silva Custódio e James Senem.

No documento protocolado ao primeiro Sargento Bacher, a coordenação solicita que seja informada as autoridades competentes da Coordenadoria Estadual de Polícia Comunitária e de CONSEGs, para que seja formalizado a reativação do Conseg, em conformidade ao Decreto Nº 1.456, de 26 de janeiro de 2018. Diante do pedido, o grupo requer, ainda, que seja realizado uma palestra abordando o tema sobre o conselho e a filosofia desta política a ser realizado no dia 4 de junho. Após a confirmação do palestrante, será mobilizado a comunidade para que o maior números de pessoas e entidades possam participar do evento.

Ofício Conseg Ilhota 001/2019

Conseg Ilhota

Como criar ou reativar um Conseg?

CONSEG

A criação de um Conselho Comunitário de Segurança – Conseg envolve alguns passos que precisam ser observados com atenção:

1º passo: Reunião com a comunidade
A iniciativa de implantar um Conseg deve ser compartilhada com os moradores da comunidade, empresários e lideranças locais para que todos possam dar apoio a essa iniciativa. A reunião deverá contar também com a presença e o apoio das polícias militar e civil. Nesta reunião deverá ser apresentado para todos o que é um Conseg e o que é a filosofia de polícia comunitária.

2º passo: Identificação das lideranças comunitárias
Identificar as pessoas que já desempenham um papel de liderança na comunidade ou que queiram desempenhar. Esse trabalho é facilitado quanto maior for o número de pessoas participantes da reunião.

3º passo: Escolha da diretoria provisória
Os membros devem escolher seus representantes, os quais que, de preferência, não tenham nenhum tipo de vínculo político-partidário. Após a escolha, será lavrada uma Ata de Formação de Diretoria Provisória e assinatura dos Termos de Adesão ao Serviço Voluntário.

4º passo: Posse da diretoria provisória
Após escolhida a Diretoria Provisória, será agendada pela Diretoria de Segurança Cidadã uma solenidade de posse da diretoria provisória, na qual será feita a entrega oficial da Carta Constitutiva do Conseg. A Diretoria Provisória terá vigência até o mês de março do ano subsequente, sendo que após este período, deverá ser realizada a eleição de uma Diretoria.

Condições para ser membro efetivo do Conseg

  • Ser voluntário.
  • Ter idade mínima de 18 anos.
  • Residir, trabalhar ou estudar na área de circunscrição do Conseg.
  • Não registrar antecedentes criminais.
  • Ter conduta ilibada, no conceito da comunidade que integra.

Quem pode fazer parte do Conseg?

O Conselho Comunitário de Segurança é uma parceria que reúne seis grandes grupos:

  • Organismos Policiais que atuam no local (PM, PC, PRF, PF, GM).
  • O cidadão comum que resida, estude ou trabalhe na comunidade.
  • Autoridades públicas de diversos órgãos e esferas de governo.
  • As organizações não governamentais que atuam na comunidade.
  • Comunidade de negócios.
  • A mídia.

Estrutura básica do Conseg

  • Vice-Presidente.
  • 1º Secretário ou secretária.
  • 2º Secretário ou secretária.
  • Diretoria Social e de Assuntos Comunitários.
  • Membros Natos (dirigentes das Polícias Civil e Militar das circunscrições do Conseg).
  • Comissão de Ética e Disciplina (3 membros).

Entre em contato com a Diretoria de Segurança Cidadã – DISC e esclareça suas dúvidas: disc@ssp.sc.gov.br conseg@ssp.sc.gov.br.

DIRETORIA DE SEGURANÇA CIDADÃ – DISC

©

Conseg de Balneário Camboriú apoia ampliação de Canil da PM

Empresário Oswaldo Casagrande Jr., Presidente CONSEG BC Edilson de Oliveira Ferreira, Maj PM Jefferson Schmidt, Construtor Leandro Ivan Pinto e Eng. Jairo Luiz de Souza

Em visitas realizadas durante as obras de reforma e ampliação do Canil Setorial do 12ºBPM, integrantes do CONSEG BC puderam observar as modificações físicas que estão sendo preparadas para uma melhora no adestramento dos cães que são utilizados no policiamento K-9 em nossa cidade; tais melhorias passam pelos novos boxes que servirão de abrigo para os cães, sala de comando e área de adestramento individualizado.

Segundo o Presidente do CONSEG BC, Edilson de Oliveira Ferreira, a ampliação do canil do 12º BPM vai garantir uma melhora na segurança de nossa região, tornando mais eficaz o combate ao tráfico de drogas, bem como no incremento nas operações de pente fino nos cinco estabelecimentos penais existentes na região, pois haverão mais cães treinados para FARO e de GUARDA. Outra modalidade que passará ser disponibilizadas até o final do ano será a de BUSCA SALVAMENTO, tendo um cão especificamente treinado para auxiliar na buscas de pessoas em matas ou de foragidos.

O CONSEG BC tem sido um dos parceiros nesta obra, onde através de contatos com empresários conseguiu disponibilizar parte dos materiais e da mão-de-obra para a conclusão deste projeto, demonstrando assim a força que ações devidamente organizadas e planejadas podem surtir bons resultados e efeitos na área de segurança pública.

Segurança Pública: Um novo olhar, uma nova esperança


Há mais de dois anos como Vereadora de Itajaí venho participando, solicitando e propondo ações visando uma sociedade mais segura. Um dos pedidos que tenho feito com freqüência é quanto ao aumento do efetivo das polícias militar e civil.

Mas, acompanhando de perto o trabalho das Polícias Militar e Civil, participando de reuniões com autoridades da área e discutindo amplamente o tema conclui que NÃO temos como aumentar o efetivo enquanto a situação atual não mudar. Refiro-me aos baixos salários pagos a Policiais Militares, Agentes e Delegados. Segundo a classe, o Governo do Estado de Santa Catarina não autoriza a reposição salarial há 12 anos.

E como aumentar o efetivo se não há interessados na vaga? Sei que no último concurso a procura já foi baixa e a inscrição foi prorrogada, por isso penso que precisamos valorizar o profissional da segurança, temos que motivar os jovens, que ter policiais trabalhando com entusiasmo para combater a criminalidade. Hoje temos heróis nas ruas…

Buscando informações pelo Brasil afora, percebi que em várias cidades convênios são firmados entre Prefeituras e Polícias, prevendo incentivo financeiro, como já ocorreu em Barretos, Sorocaba, Varginha e Rio de Janeiro. O Governo do Rio de Janeiro também regulamentou trabalhos extras de Policiais Militares prestados a prefeituras e a cidade do Rio participa com gratificações as UPPs. Diante destes dados e após várias análises proponho que o município contribua com ajuda de custo a oficiais que atuam na segurança pública de Itajaí, tanto da Polícia Militar quanto da Civil.

Exemplos já existem, a idéia foi lançada, agora temos que pensar, discutir e resolver o problema…

Acredito que se conseguirmos mudar esta realidade será um grande passo para que outras transformações aconteçam, resultando em uma maior segurança para você, para nós, para Santa Catarina.

Escrito por Susi Bellini, vereadora de Itajaí e Presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara de Vereadores de Itajaí – ver.susibellini@cvi.sc.gov.br.

Projeto de Olho na Rua

Projeto de Olho na Rua

O projeto consiste em dar mais segurança aos condomínios residenciais. A idéia já é desenvolvida em grandes cidades, como Fortaleza, Recife e Salvador. Ela tem como foco interligar porteiros a uma grande rede telefônica via rádio, para que possam repassar a movimentação nos edifícios.

Assista ao vídeo:

Mais informações, acesse esse link.

Programa Segurança Mirim

Programa Segurança Mirim

Programa Segurança Mirim tem o objetivo de conscientizar as crianças dos problemas enfrentados pelas autoridades de segurança pública. Utilizando-se de cartilhas, folders e vídeos destinados ao público infanto-juvenil, busca transmitir, de forma alegre e divertida, informações relevantes para o desenvolvimento de uma consciência de cidadania pela paz.

Entre os temas abordados estão questões como a Farra do Boi, dirigir com o cinto de segurança e capacete, cuidados na praia, prevenção às drogas e cuidados com pessoas desconhecidas, sempre com uma mensagem adequada e divertida.

Cartilhas

Vídeos

Fonte: Site da Polícia Militar.

Kleber realiza segunda reunião sobre segurança pública

As estatísticas da Polícia Militar de Gaspar vêm crescendo a cada ano. E, infelizmente, não é na quantidade de policiais e viaturas. Os números de furtos, roubos e assaltos são os que aumentam assustadoramente. Em 2009, a instituição contabilizou 4.478 atendimentos. Em 2010 subiu para 5.200. Neste ano, somente até março, já somam-se 1.061 ocorrências.

Os dados alarmantes preocupam o vereador Kleber Wan-Dall (PMDB). Por este motivo, nesta terça-feira (05), o parlamentar se reuniu com representantes da sociedade organizada para encontrar uma solução para este problema. “Em 2011 já temos 91 presos, sendo 25 menores de idades. Foram apreendidas 422 pedras de crack, 83 papelotes de cocaína e 22 torrões de maconha. E, mesmo, assim, a insegurança ainda é latente. Está visível e escancarada a toda a população”.

O peemedebista acredita que o baixo efetivo de policiais, os equipamentos ultrapassados, o fácil acesso a cidade e o trânsito intenso são as principais causas da falta de segurança na cidade. “Estes fatores facilitam o trabalho dos bandidos. A população, desta forma, de praticamente 58 mil habitantes, fica a mercê da atuação dos ladrões. Esta situação não pode continuar”.

Gaspar faz divisa com sete municípios: Massaranduba, Luiz Alves, Ilhota, Blumenau, Guabiruba, Brusque e Itajaí. Somados, os acessos chegam a 18. “Se um ladrão quiser fugir da cidade, ele terá toda a facilidade. Não temos policiais suficientes para cuidar de todos estes limites geográficos e nem para atender a todas as ocorrências diárias”.

Ao final, os presentes na reunião decidiram marcar um novo encontro para o dia 18, às 19h30. Na oportunidade será apresentado um relatório completo do atual estágio da segurança pública no município. Posteriormente, o grupo iniciará uma campanha tendo como principal objetivo aumentar o efetivo de policiais militares e civis, construção de uma nova delegacia, instalação de vídeo-monitoramento no centro da cidade, entre outros.

Assalto termina em morte em Ilhota

Jornal Metas edição de 11 de Março de 2011

Perseguição teve início depois de um assalto a uma malharia no bairro Barracão.

Um assalto em Gaspar no fim da tarde desta sexta-feira (11) terminou em morte. Antônio Pedro da Silva, de 32 anos, morreu após trocar tiros com a Polícia Militar (PM) na Estrada Geral de Laranjeiras, em Ilhota. Antônio, juntamente com o comparsa Valdir Hopper, de 46 anos, veio de ônibus de Blumenau e desembarcou no bairro Barracão. Na localidade, a dupla praticou um assalto a uma malharia localizada às margens da Rodovia Ivo Silveira. A ação dos assaltantes aconteceu por volta das 17h. Eles fugiram do local levando a Fiorino da empresa e entraram na Estrada do Óleo Grande. Uma guarnição da PM de Ilhota avistou os assaltantes e iniciou-se então uma perseguição policial. Na estrada geral de Laranjeiras, próximo à Igreja da localidade, Antônio e Valdir abandonaram o veículo e embrenharam-se na mata. A dupla foi perseguida pelos policiais, houve troca de tiros e Antônio acabou sendo atingido por dois disparos: um na cabeça e outro no joelho. Valdir foi detido pelos policiais e encaminhado à delegacia de polícia. O corpo de Antônio foi recolhido pelo Instituto Médico Legal de Blumenau. Com os assaltantes também foram localizadas duas pistolas calibre 380.

 

Fonte Jornal Metas.